Fazendo-se borbulhar gás cloro através de $1,0$ litro de uma solução de hidróxido de sódio, verificou-se ao final do experimento que todo hidróxido de sódio foi consumido, e que na solução resultante foram formados $2,5$ mol de cloreto de sódio. Considerando que o volume da solução não foi alterado durante todo o processo, e que na temperatura em questão tenha ocorrido apenas a reação correspondente à seguinte equação química, não balanceada, $$\ce{OH^{-}(aq) + C\ell2(g) -> C\ell^{-}(aq) + C\ell O3^{-}(aq) + H2O(aq)}$$qual deve ser a concentração inicial do hidróxido de sódio?


img
ITA IIIT 25/04/2022 00:23
$-$ A priori, deve-se perceber que a reação descrita já assume o sódio como íon espectador, nesse viés, é fácil reconhecer que a equação fornecida também não está balanceada. Nosso trabalho aqui é balancear essa equação, e um método útil é o de oxidorredução: \begin{matrix} OH^- + \overbrace{C\underbrace{l_2 \ \ \longrightarrow \ \ C}_{\Delta = 1}l^- + Cl}^{\Delta = 5}O_3^- + H_2O \end{matrix}Logo, \begin{matrix} 6 \ OH^- &+& 3 \ Cl_2 &\longrightarrow & 5 \ Cl^- &+& 1\ ClO_3^- &+& 3 \ H_2O \end{matrix} Segundo enunciado, sabemos ter $2,5 \ mol$ de $Cl^-$, portanto: \begin{matrix} n_{(OH^-)} &=& {\large{ \frac{6 \ \text{mol de} \ OH^-}{5 \ \text{mol de} \ Cl^-}}} \ .\ 2,5 \ \text{mol de} \ Cl^- &=& 3,0 \ mol \end{matrix}Então a concentração será: \begin{matrix} C_{(OH^-)} &=& 3,0 \ mol/L \end{matrix}\begin{matrix} Letra \ (C) \end{matrix}
Modo de Edição
0 / 5000