Em relação ao comportamento de gases supostos ideais, constituídos de moléculas de dimensões finitas, são feitas as seguintes afirmações:

  • I. O aumento da temperatura, sob pressão constante, implica em decréscimo da densidade;

  • II. O aumento da temperatura, sob volume constante, não afeta o caminho livre médio das moléculas;

  • III. Mantendo o volume constante, a frequência das colisões entre moléculas é proporcional à raiz quadrada da temperatura absoluta;

  • IV. O coeficiente de dilatação volumétrico, para aquecimentos sob pressão constante, independe da natureza química do gás;

  • V. O total de energia interna de uma amostra gasosa, independe da pressão a que ela está sujeita;

  • VI. Nas mesmas condições de temperatura e pressão, as densidades dos gases são diretamente proporcionais às suas massas molares.

Em relação a estas afirmações, podemos dizer que:


img
ITA IIIT 13/01/2022 13:59
$• \ \text{Afirmativa I}:$ $\color{yellowgreen}{\text{Correta}}$ \begin{matrix} P.V= n.R.T \ \Rightarrow \ P.V = \frac{m}{M}.R.T \Rightarrow \ P = \frac{d}{M}.R.T \\ \\ \large{ \fbox{$d = \frac{P.M}{R.T}$}} \end{matrix} $• \ \text{Afirmativa II}:$ $\color{yellowgreen}{\text{Correta}}$ Na teoria cinético-molecular as partículas (átomos, moléculas, enfim) não interagem umas com as outras, isto é, o aumento da temperatura simplesmente aumenta a sua energia cinética média (energia de agitação térmica). Dessa forma, não há alteração no caminho das moléculas. $• \ \text{Afirmativa III}:$ $\color{yellowgreen}{\text{Correta}}$ Ao aumentar a temperatura a frequência de colisões também aumenta, isso quer dizer que, um é diretamente proporcional ao outro. $• \ \text{Afirmativa IV}:$ $\color{yellowgreen}{\text{Correta}}$ Como dito anteriormente, na teoria cinético-molecular as partículas não interagem umas com as outras, assim, não há dependência da natureza do gás. $• \ \text{Afirmativa V}:$ $\color{yellowgreen}{\text{Correta}}$ \begin{matrix} U = \frac{L}{2}.K.T \end{matrix} $\color{orangered}{Obs:}$ $K$ é a constante de Boltzmann, e $L$ número de graus de liberdade. $• \ \text{Afirmativa VI}:$ $\color{yellowgreen}{\text{Correta}}$ Sim, é possível verificar pelo resultado que conseguimos na afirmativa I. \begin{matrix} Letra \ (A) \end{matrix}
Modo de Edição
0 / 5000