A figura abaixo mostra a curva de solubilidade do brometo de potássio ($\ce{KBr}$) em água:

Baseado nas informações apresentadas nesta figura é ERRADO afirmar que:


img
ITA IIIT 25/04/2022 17:10
$• \ \text{Alternativa (A):}$ $\color{royalblue}{\text{Correta}}$ $-$ A inclinação positiva da reta caracteriza uma entalpia de solução $(\Delta H_{solução})$ positiva, ou seja, essa dissolução é um processo endotérmico, pois é favorecido ao aumento da temperatura (Le Chatelier). $• \ \text{Alternativa (B):}$ $\color{royalblue}{\text{Correta}}$ $-$ Com uma régua, ou um olhar mais cuidadoso, é possível perceber que nesse ponto a solubilidade é próxima de $70:100$, nessa perspectiva, temos: \begin{matrix} C &=& {\large{\frac{1 \ mol \ KBr}{120g \ KBr}}} \ . \ {\large{\frac{70 g \ KBr}{100g \ H_2O}}} \ . \ {\large{\frac{1000 g \ H_2O}{1 \ kg \ H_2O}}} &\approx& 6 \ mol/kg \end{matrix} $• \ \text{Alternativa (C):}$ $\color{orangered}{\text{Incorreta}}$ $-$ Na região $I$ acima da reta, encontram-se misturas supersaturadas (monofásicas) e saturadas com corpo de fundo (bifásicas). Nesse contexto, realmente existem misturas bifásicas, numa fase o precipitado e outra a solução, todavia, também é possível encontrar pontos de supersaturação, pontos metaestáveis mas monofásicos. $• \ \text{Alternativa (D):}$ $\color{royalblue}{\text{Correta}}$ $-$ Abaixo da reta teremos soluções diluídas, caracterizando uma fase, no caso, a solução. $• \ \text{Alternativa (E):}$ $\color{royalblue}{\text{Correta}}$ $-$ Sobre a linha estarão os pontos de saturação, ou seja, a quantidade máxima de soluto que se pode dissolver num determinado volume e temperatura, isso claro, descartando a supersaturação. \begin{matrix} Letra \ (C) \end{matrix}
Modo de Edição
0 / 5000