Dadas as configurações eletrônicas dos seguintes átomos no seu estado fundamental:

  • I- $1s^22s^22p^63s^23p^6$.

  • II- $1s^22s^22p^63s^2$

  • III-$1s^22s^22p^63s^23p^64s^1.$

  • IV- $1s^22s^22p^63s^23p^5.$

É errado afirmar que:


img
ITA IIIT 23/02/2022 22:11
$• \ \text{Alternativa (A):}$ $\color{royalblue}{\text{Verdadeira}}$ $-$ O ITA foi um pouco infeliz em um usar o termo $\text{potencial de ionização}$, o que pode gerar más interpretações, mas nada mais é que a $\text{energia de ionização}$. Dessa forma, veja que o átomo I possui uma configuração eletrônica extremamente estável, com o octeto completo e, além disso, percebe-se que se trata de um gás nobre, nem um pouco reativo, o que faz sua energia de ionização ser bem alta comparada aos outros em questão. $• \ \text{Alternativa (B):}$ $\color{royalblue}{\text{Verdadeira}}$ $-$ A priori, temos $12$ elétrons distribuídos respeitando o princípio de Aufbau, o que configura o átomo de magnésio neutro, ao se retirar dois elétrons, espera-se que tenhamos um cátion $Mg^{+2}$. $• \ \text{Alternativa (C):}$ $\color{orangered}{\text{Incorreta}}$ $-$ A afinidade eletrônica é a energia necessária para se receber um elétron num átomo isolado, gasoso, em seu estado fundamental. Nessa perspectiva, $\text{"quanto mais fácil se adiciona um elétron"}$, mais negativa é sua energia, e maior sua afinidade eletrônica. Por isso, atente ao fato que ao longo de um grupo (família) na tabela periódica, a afinidade eletrônica decresce, pois o elétron da camada de valência está cada vez mais distante, na qual ocorre uma blindagem de camadas mais internas, dificultando a entrada do elétron. Enfim, veja que o átomo III é um metal alcalino, com alta tendência a perder seu "último" elétron em prol de formar o octeto (ganhar estabilidade), o que caracteriza uma baixa afinidade eletrônica. $• \ \text{Alternativa (D):}$ $\color{royalblue}{\text{Verdadeira}}$ $-$ O átomo IV é um halogênio, mais precisamente o cloro, que possui a maior afinidade eletrônica dos elementos registrados, isto é, a maior liberação de energia. $• \ \text{Alternativa (E):}$ $\color{royalblue}{\text{Verdadeira}}$ $-$ Sem dúvida, sabemos que ele pertence aos halogênios, e em vista das camadas dos outros átomos serem as mesmas ou superiores (o que reduz a afinidade), claramente ele é o mais eletronegativo (tente a atrair mais os elétrons). \begin{matrix} Letra \ (C) \end{matrix}
Modo de Edição
0 / 5000