Em uma amostra de água do mar dissolve-se um pouco de sacarose. Em relação à consequência deste acréscimo de sacarose, são feitas as seguintes afirmações:

  • I- A pressão de vapor da água diminui.

  • II- A pressão osmótica da solução aumenta.

  • III- A condutividade elétrica da solução permanece praticamente a mesma.

  • IV- A temperatura precisará descer mais para que possa começar a solidificação.

  • V- O grau de dissociação dos sais presentes na água do mar permanecerá praticamente o mesmo.

Das afirmações acima estão corretas:


img
ITA IIIT 23/04/2022 15:47
$-$ A questão em si trata apenas de propriedades coligativas (tonoscopia), veja que ao adicionar sacarose estamos colocando partículas de soluto na solução, por conseguinte, a $\text{tendência ao escape}$ das moléculas do solvente diminui, assim: $• \ \text{Afirmativa I:}$ $\color{royalblue}{\text{Correta}}$ $-$ Como dito anteriormente, a tendência ao escape das moléculas diminui, isto é, a pressão de vapor diminui, pois há maior dificuldade da solução entrar em ebulição. $• \ \text{Afirmativa II:}$ $\color{royalblue}{\text{Correta}}$ $-$ Certamente, a pressão osmótica pode ser descrita como a pressão exercida por um agente externo a fim de interromper o processo de osmose. Nessa perspectiva, o processo de osmose é basicamente a busca pelo equilíbrio de concentrações solvente-solução, em que ao adicionar soluto a solução, estamos diminuindo sua tendência ao escape, isto é, desequilibrando mais ainda a relação. Em suma, a pressão osmótica é utilizada para aumentar a tendência ao escape da solução até se igualar com a do solvente, dessa forma, como a presença de partículas de soluto dificulta e diminui essa tendência, a pressão osmótica deve ser maior. $• \ \text{Afirmativa III:}$ $\color{royalblue}{\text{Correta}}$ $-$ A sacarosa é bem conhecida por ser um não-eletrólito, mas destrinchando um pouco mais, podemos reafirmar isso a partir do fato que ela não dissocia, isto é, não deixa íons na solução, sendo apenas uma molécula dissolvida. $• \ \text{Afirmativa IV:}$ $\color{royalblue}{\text{Correta}}$ $-$ Novamente, pelo que foi informado no início, a tendência ao escape diminui com a presença das partículas de soluto. Todavia, vale ressaltar o que é essa tendência ao escape, sucintamente, pode-se traduzir como $\text{a facilidade que uma molécula tem de escapar (trocar) de fase}$. Portanto, da mesma forma que a molécula tem dificuldade de ebulir, ela terá de se solidificar, justificando o abaixamento no ponto de congelamento, isto é, a temperatura precisará descer mais para solidificação. $\color{orangered}{Obs:}$ Atente que, tendência ao escape significa a tendência de escapar para qualquer fase! $• \ \text{Afirmativa V:}$ $\color{royalblue}{\text{Correta}}$ $-$ Sem dúvida, a sacarose não irá reagir com sais dissociados na água, ela será apenas dissolvida como molécula. \begin{matrix} Letra \ (E) \end{matrix}
Modo de Edição
0 / 5000