$2,7\ g$ de alumínio são dissolvidos em $500\ m\ell$ de uma solução aquosa $1,00$ molar em ácido clorídrico. Todo o hidrogênio produzido é recolhido. Após a secagem, o volume de hidrogênio à pressão de $1$ atm e $25\ C^{\circ}$ é:


img
ITA IIIT 16/12/2021 12:47
$•$ Reação \begin{matrix} 2Al + 6HCl \longrightarrow 2AlCl_3 + 3H_2 \\ \color{gray}{\fbox{$2:6:2:3$}} \end{matrix} $•$ Mols de $Al$ \begin{matrix} n(Al) = \frac{1 \ mol}{27g} \ . \ (2,7g) = 0,1 \ mol \end{matrix} $•$ Mols de $HCl$ \begin{matrix} n(HCl) = \frac{1 \ mol}{1000ml} \ . \ (500ml) = 0,5 \ mol \end{matrix} $•$ Mols moléculas de gás hidrogênio Pela razão estequiométrica, pode-se perceber que $Al$ é nosso reagente limitante, assim, podemos escrever: \begin{matrix} n(H_2) = \frac{3 \ mol \ de \ H_2 }{2 \ mol \ de \ Al} \ . \ (0,1 \ mol \ de \ Al) = 0,15 \ mol \end{matrix} $•$ Volume de moléculas de gás hidrogênio \begin{matrix} P.V =n.R.T \\ \\ 1.V = 0,15 \ . \ 0,082 \ . \ 298 \\ \\ \fbox{$V = 3,6 L$} \\ \\ \\ Letra \ (D) \end{matrix}
Modo de Edição
0 / 5000