Um elétron (massa $m$ e carga $-e$) com uma velocidade $V$ penetra na região de um campo magnético homogêneo de indução magnética $B$ perpendicularmente à direção do campo, como mostra a figura. A profundidade máxima $h$ de penetração do elétron na região do campo é:


img
ITA IIIT 08/12/2021 11:19
$-$ A priori, é possível perceber pela imagem que o elétron faz um movimento curvilíneo até atingir um movimento linear de altura $h$. Dessa forma, ao analisar a imagem é visível que o raio da curva é maior que $h$, trace uma perpendicular a $V$ e perceba que $R >h$. Ademais, é sabido que nossa força magnética atuará como resultante centrípeta, logo: \begin{matrix} |F_{cp}|=|F_M| &\Rightarrow& m.{\large{\frac{V^2}{R}}} = B.e.V &\therefore&R = {\large{\frac{m.V}{B.e}}} \end{matrix}Pela geometria do problema, você deve encontrar: \begin{matrix} h = R.(1-\sin{\alpha}) &\Rightarrow& \fbox{$h = \frac{m.V}{B.e}.(1-\sin{\alpha})$} \end{matrix}\begin{matrix} Letra \ (B) \end{matrix}
Modo de Edição
0 / 5000