$1,31\ g$ de uma mistura de limalhas de cobre e zinco, reagiram com excesso de solução de ácido clorídrico, numa aparelhagem adequada, produzindo gás hidrogênio. Este gás, depois de seco, ocupou um volume de $269\ ml$ sob pressão de $0,90\ atm$ e a $300\ K$ (que corresponde a $1,10 \times 273 K$). A fração de massa do zinco nesta mistura é:


img
ITA IIIT 15/12/2021 22:45
$•$ Escrevendo as reações: \begin{matrix} Cu_{(s)} &+& 2HCl_{(l)} &\longrightarrow& \text{Não reage} \end{matrix} $\color{orangered}{Obs:}$ O cobre não consegue romper as interações hidrogênio-cloro do ácido clorídrico, visto que ele é pouco reativo em comparação ao hidrogênio, assim, não ocorre reação. \begin{matrix} Zn_{(s)} + 2HCl_{(l)} \longrightarrow \ ZnCl_2 + {H_2}_{(g)} \\ \color{}{\fbox{$1:2:1:1$}} \end{matrix}$•$ Número de mols de gás hidrogênio produzido: \begin{matrix} P.V = n.R.T &\Rightarrow& 0,9. 269.10^{-3}= n. (0,082). (1,10.273) &\therefore& n = 9,82 \ . \ 10^{-3} \ mol \end{matrix}Visto que, a razão é $1:1$, o número de mols de gás hidrogênio é igual ao número de mols do zinco. $•$ Massa de Zinco: Sabendo que: $M_{Zn} \approx 65u$ \begin{matrix} m_{Zn} = {\large{\frac{65g \ de \ Zn}{1 \ mol \ Zn}}} \cdot 9,82 . 10^{-3} \ mol \ de \ Zn &\therefore& m_{Zn} \approx 0,64 \ g \end{matrix}$•$ Fração de massa: \begin{matrix} {\large{\frac{m_{Zn}}{m_{Zn} + m_{Cu} }}} = {\large{\frac{0,64 }{1,31}}} \approx 0,5 \approx \fbox{$50\%$} \\ \\ Letra \ (C) \end{matrix}
Modo de Edição
0 / 5000