Um recipiente de aço de volume $V_1$, contém ar comprimido na pressão $P_1$. Um segundo recipiente de aço de volume $V_2$, contém ar menos comprimido na pressão $P_2$. Ambos os cilindros estão na mesma temperatura ambiente. Caso sejam interligados por uma tubulação de volume desprezível, a pressão final em ambos os cilindros será igual a:


img
ITA IIIT 13/01/2022 14:21
Situação Final \begin{matrix} P_T . (V_l + V_2) = (n_l + n_2).R.T \\ \\ {\fbox{$P_T = \dfrac{(n_l + n_2).R.T}{(V_l + V_2)}$}} \end{matrix} Da situação inicial de cada cilindro, podemos escrever:\begin{matrix} P_l . V_l = n_l.R.T \\ \\ P_2 . V_2 = n_2 .R.T \\ ------------- \\ P_l . V_l + P_2 . V_2 = (n_l+n_2) .R.T \end{matrix} Substituindo:\begin{matrix} {\fbox{$P_T = \dfrac{(P_l . V_l + P_2 . V_2)}{(V_l + V_2)}$}} \\ \\ Letra \ (A) \end{matrix}
Modo de Edição
0 / 5000
ManualLaTeX