Uma onda transversal é aplicada sobre um fio preso pelas extremidades, usando-se um vibrador cuja frequência é de . A distância média entre os pontos que praticamente não se movem é de . Então a velocidade das ondas neste fio é de:


img
ITA IIIT 24/10/2021 18:51
Num fio, a distância de pontos consecutivos que praticamente não se movem é metade de um comprimento de onda $\lambda$ - esta é basicamente uma forma tácita de dizer que a corda vibra na frequência fundamental, ou seja: \begin{matrix} \dfrac{\lambda}{2} = 0,47 \ \pu{m} \end{matrix}Da equação fundamental da ondulatória $(V = \lambda f)$ \begin{matrix} V= 2\cdot (0,47) \cdot 50 &\therefore& V=47 \ \pu{m/s} \end{matrix}\begin{matrix} Letra \ (A) \end{matrix}
img
ITA IIT
21:08 03/07/2023
Boa noite, Guilherme! Não só poderia, como, na verdade, esse é justamente o intuito da questão!
img
Guilherme ferreira
19:57 03/07/2023
Eu poderia fazer essa questão pelas formulas de ondas estacionarias ?
img
ITA IIT
03:28 05/07/2023
Boa noite, Guilherme! Você descobriria pelo enunciado quando este diz: "Entre os pontos que praticamente não se movem".
img
Guilherme ferreira
10:57 04/07/2023
mas então como eu saberia o "n" pela formula " λ=2L/n "?
Modo de Edição
0 / 5000
ManualLaTeX