A intensidade da corrente elétrica em um condutor metálico varia, com o tempo, de acordo com o gráfico abaixo. Sendo a carga elementar de um elétron $1{,}6\times 10^{-19}\text{ C}$, determine:

a) a carga elétrica que atravessa uma seção do condutor em $8$ segundos;

b) o número de elétrons que atravessa uma seção do condutor durante esse mesmo tempo;

c) a intensidade média de corrente entre os instantes zero e $8$ segundos.

img
ITA IIIT 04/05/2022 13:29
$• \ \text{a):}$ A priori, sabemos que a carga elétrica é numericamente igual a área do polígono fechado, assim, identificamos facilmente um trapézio escaleno, logo: \begin{matrix} Q \overset{N}{=} {\large{\frac{(8+2)64}{2}}} = 320 \ mC &\therefore& Q = 0,32 \ C \end{matrix}$• \ \text{b):}$ Com conhecimento que, $Q=n.e$ , em que $n$ é o número de elétrons, enquanto $e$ é a carga elementar, também podemos relacionar: \begin{matrix} n &=& {\Large{\frac{\text{1 elétron}}{1,6.10^{-19} \ C}}} \ . \ 0,32 \ C &\therefore& n =2.10^{18} \ \text{elétrons} \end{matrix}$• \ \text{c):}$ Já sabemos a carga que atravessa a seção do condutor, nesse viés, a intensidade da corrente $i$: \begin{matrix} i = {\large{\frac{Q}{\Delta t}}} = {\large{\frac{0,32}{(8-0)}}} &\therefore& i =0,04 \ A \end{matrix}
Modo de Edição
0 / 5000