Uma barra metálica de comprimento $L = 50,0\ cm$ faz contato com um circuito, fechando-o.

A área do circuito é perpendicular ao campo de indução magnética uniforme $B$. A resistência do circuito é $R = 3,00\ \Omega$, sendo de $3,75 \times10^{-3}\ N$ a intensidade da força constante aplicada à barra, para mantê-la em movimento uniforme com velocidade $v = 2,00\ m/s$. Nessas condições, o módulo de $B$ é:


img
ITA IIIT 10/05/2022 18:11
$-$ A princípio, conforme a haste móvel for se afastando, o fluxo magnético entrando irá aumentar, assim, com conhecimento da $\text{Lei de Faraday-Neumann-Lenz}$, uma corrente no sentido anti-horário será produzida, além de claro, uma tensão induzida. Nesse viés, entende-se que uma força magnética será contrária ao movimento da barra, e esta, segundo enunciado, será igual a outra força constante, assim: \begin{matrix} F_M = B.i.L =3,75.10^{-3} &\Rightarrow& B.i = 7,50.10^{-3} & (1) \end{matrix}Agora, a partir da tensão induzida: \begin{matrix} {\large{\varepsilon}} = {\large{\frac{\phi}{\Delta t}}} = B.v.L &,& {\large{\varepsilon}} = R.i &\Rightarrow& B.v.L =R.i &\therefore& \fbox{$i = {\large{\frac{B}{3}}}$} \end{matrix}Substituindo nosso resultado acima em $(1)$:\begin{matrix} B^2 = 3\cdot7,50.10^{-3} &\therefore& |B| = 0,150 \ T & \tiny{\blacksquare} \end{matrix}\begin{matrix} Letra \ (D) \end{matrix}
Modo de Edição
0 / 5000