Neste ano comemora-se o centenário da descoberta do elétron. Qual dos pesquisadores abaixo foi o principal responsável pela determinação de sua carga elétrica?


img
ITA IIIT 06/02/2022 22:26
$• \ \text{R.A Millikan:}$ - Após os experimentos em $\text{Tubos de Crookes} (1850)$, no ano de $\text{1908}$ o físico americano Robert Millikan determinou a magnitude da carga negativa do elétron. Ele vaporizou gotas de óleo entre duas placas metálicas carregadas opostamente, e por meio de um microscópio, observou que as gotículas caíam pelo ar sob influência da gravidade. Destarte, ele resolveu irradiar o espaço entre as placas com raios x, estes que ao se chocarem com as moléculas do ar refletiam os elétrons das moléculas, inclusive, alguns desses elétrons eram capturados pelas gotículas de óleo. Dessa maneira, carregando a placa superior positivamente, e a inferior negativamente, poderia-se parar a queda de uma gota através de um ajuste da quantidade de carga elétrica entre as placas, assim, repetindo o processo várias vezes, ele foi capaz de calcular a carga de inúmeras gotículas. Com isso, ele concluiu que cada gotícula deveria carregar a carga de $-1,6.10^{-19} \ C$. $• \ \text{E. R. Rutherford:}$ - No nosso escopo Rutherford se destacou um pouco depois de Millikan, conquistou junto de seus colegas em $\text{1911}$ alguns resultados importantes a partir de experimentos com bombardeamento de partículas alfa. Resultados esses que permitiram retomar uma ideia proposta pelo físico japonês $\text{H, Nagaoka}$ em $\text{1904}$, a qual dizia que um átomo possuía um núcleo muito pequeno, carregado positivamente, no centro do átomo, rodeado por uma região comparativamente maior contendo elétrons. Mas não parou por aí, Rutherford afirmava que a maior parte da massa estava concentrada em um minúsculo núcleo no centro do átomo. Já em $\text{1914}$, Rutherford demonstrou a existência de uma partícula com uma massa muito maior do que a do elétron, com carga igual em grandeza, porém, de sinal oposto, daria-se o nome de $\text{próton}$ em $\text{1920}$. Além disso, Rutherford sugeriu que a razão da carga positiva do núcleo atômico deve-se à presença dessas partículas. $• \ \text{M. Faraday:}$ - Faraday teve grande participação em experimentos de eletrólise, a qual estudou extensivamente junto a Humphry Davy, na época, seu mentor. Ademais, em $\text{1832}$ conseguiu resultados importantes, mostrou que a quantidade de produto formado numa eletrólise depende da quantidade de eletricidade usada, e da identidade do produto. $• \ \text{J.J, Thomson:}$ - No ano de $\text{1898}$, Thomson sugeriu que um átomo poderia ser uma esfera positivamente carregada, na qual alguns elétrons estão incrustados, e afirmou que isso levaria a uma fácil remoção de elétrons dos átomos. Este modelo às vezes chamado de $\text{pudim de ameixas}$ foi bem aceito, até posteriormente ser substituído pelo modelo de Rutherford. Vale ressaltar que, mais tarde Thomson postulou que os elétrons estavam arranjados em anéis, e circundavam em órbitas a esfera positiva. $• \ \text{C. Coulomb:}$ - Charles Coulomb foi um físico francês, publicou sete tratados sobre eletricidade e magnetismo. Além disso, realizou uma experiência histórica com uma balança de torção para determinar a força exercida entre duas cargas elétricas, a partir da qual estabeleceu a chamada lei de Coulomb. Em sua homenagem, deu-se seu nome à unidade de carga elétrica, o coulomb. \begin{matrix} Letra \ (A) \end{matrix}
img
Nicholas Admin
23:25 06/02/2022
Resumo excelente! 👍
Modo de Edição
0 / 5000